Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Ações do Império no Velho Chico: A Fundação de Petrolina, a Navegação no Rio São Francisco e o Projeto de Transposição de José Bonifácio

D.O.I.: 10.13115/2236-1499.2013v1n8p208

Jairo Nogueira Luna (Jayro Luna) - UPE1

Resumo:

Nesses anos de início do século XXI, já em sua segunda década, a questão da transposição da águas do Rio São Francisco tem levantado questionamentos dos mais exaltados, notadamente daqueles que se posicionam contra, em razão de argumentos ecológicos e relativos ao Meio-Ambiente. Não resta dúvida que a questão ambiental é daquelas de maior importância na conjuntura sócio-cultural e econômica, como também, se baliza em ações no âmbito político.

Neste breve escrito, buscaremos demonstrar as ações do século XIX na época imperial que trataram do Rio São Francisco, como as expedições de Liais e Halfeld, expedições que tinham caráter cartográfico e exploratório à luz dos conhecimentos científicos da época, neste sentido eram expedições originais, haja vista que as anteriores tinham um caráter de desbravamento, de domínio sob populações indígenas, incluindo-se aí a ação jesuítica e de localização de jazidas minerais ou então eram expedições com objetivos mais gerais, de conhecimento cartográfico, etnográfico e geológico do interior do Brasil, não especificamente acerca do Rio São Francisco, como foram as expedições de Auguste Saint-Hilaire, Hartt Mawe, Martius e Spix.

Palavras-chave: Rio São Francisco, José Bonifácio, Petrolina, Segundo Império, Projetos para o Brasil.

Abstract:
In these early years of the twenty-first century, now in its second decade, the issue of transposition of the São Francisco River waters has raised questions of the most exalted, especially those who are against, because of the relative ecological and Environment arguments. There is no doubt that the environmental issue is of greater importance in those socio-cultural and economic, as well as if shot on actions in the political arena.
In this brief writing, seek to demonstrate the actions of nineteenth century imperial era who treated the São Francisco River, as expeditions and Liais Halfeld, who had cartographic expeditions and exploratory in the light of scientific knowledge of the time, in this sense were original expeditions, given that the previous had a character of clearing, domain under indigenous populations, there are including the Jesuit and location of mineral deposits or action then were expeditions with more general goals, cartographic, ethnographic and geological knowledge of the interior of Brazil not specifically about the San Francisco River, as were shipments of Auguste Saint-Hilaire, Hartt Mawe, Spix and Martius.
 

Keywords: São Francisco River, Jose Bonifacio, Petrolina, Second Empire, Projects for Brazil.

1 Prof. Dr, Jairo Nogueira Luna, prof. Adjunto da UPE – campus Garanhuns.

 

Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Capa/Sumário Diálogos N.° 8

Home Page da Revista

Normas de Submissão de Artigos